Augusto Cury em Portugal
14.06.2013
 

Um dos autores de língua portuguesa mais lido do mundo estará na Feira do Livro de Lisboa

Augusto Cury, um dos autores de maior sucesso de Língua Portuguesa, com mais de 30 milhões de livros vendidos em todo o mundo, marcará presença na Feira do Livro de Lisboa, no dia 4 de junho, às 15:30. Esta será a estreia no maior evento cultural do país deste reconhecido psiquiatra, psicoterapeuta e cientista, na qual os seus leitores o poderão conhecer na sessão de autógrafos, que decorrerá no primeiro domingo da Feira.

O seu mais recente livro chegou às livrarias portuguesas em abril. O Homem Mais Inteligente da História, uma obra de ficção, conta a jornada épica de Marco Polo, um cientista ateu, que é desafiado a estudar a inteligência do homem mais fascinante da história – Jesus – à luz das ciências humanas. Este livro é o resultado de um processo de escrita de 15 anos e de 20 anos de pesquisas e estudos por parte do autor, que quando iniciou este trabalho era ateu.

O Homem Mais Inteligente da História é um romance assente na filosofia e na psicologia, na qual a teoria de Augusto Cury sobre o funcionamento da mente promove a formação do homem como pensador e criador de ideias. É um livro que apresenta mais de trinta elementos essenciais para a formação da inteligência humana, através do qual o autor analisa a vida de Jesus Cristo, assim como os sintomas da sociedade em que vivemos. Um livro que proporcionará uma leitura inteligente e rica, capaz de gerar inúmeras reflexões.

«Fui um dos maiores ateus que já pisou a Terra. Talvez tenha sido mais ateu do que Nietzsche, que escreveu sobre a morte de Deus, do que Jeal-Paul Sartre, Diderot, Marx, que considerava Deus o ópio que entorpece a humanidade. Como a minha teroria estuda a construção de pensamentos e a formação de pensadores, estudei como é que se liberta o imaginário, como Freud, até chegar a Jesus Cristo. Esperava encontrar alguém de menor valor. Mas fiquei perplexo, porque ele não cabe no imaginário humano. Curvei-me humildemente à inteligência dele», disse o autor em entrevista à jornalista Ana Maria Braga, no programa Mais Você, da Globo.

Esta obra está prevista ser adaptada para uma série de televisão internacional, tendo o autor já visitado Israel para definir alguns locais para as gravações.